POLITICA DE FORMAÇÃO DE ADOLESCENTES INFRATORES DA FUNASE/PE: PERSPECTIVA DOS PROFESSORES QUANTO A PROPOSTA EDUCACIONAL E A PRÁTICA PEDAGÓGICA

Resumo

Este artigo tem como objeto de estudo a formação de jovens e adolescentes responsáveis por atos infracionais acolhidos na Fundação de Atendimento Socioeducativo de Pernambuco (Funase-PE). Busca analisar a proposta educacional e a prática pedagógica da Funase-PE,  na perspectiva dos docentes que atuam na referida instituição, tendo como parâmetro a formação cidadã dos socioeducandos, conforme preconiza a proposta pedagógica. De natureza qualitativa, a pesquisa dividiu-se em três tipos: bibliográfica, documental e de campo. Concluiu que a proposta educacional e a prática pedagógica da Funase-PE buscam, por meio do esforço docente,  contribuir para a formação cidadã dos adolescentes e jovens infratores nela acolhidos.
Palavras-chave: Educação. Formação de Jovens infratores. Política de formação.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Dez 2, 2020
Como citar
CÉSAR, Isaura de Albuquerque; ALENCAR, Maria Fernanda dos Santos. POLITICA DE FORMAÇÃO DE ADOLESCENTES INFRATORES DA FUNASE/PE: PERSPECTIVA DOS PROFESSORES QUANTO A PROPOSTA EDUCACIONAL E A PRÁTICA PEDAGÓGICA. Atos de Pesquisa em Educação, [S.l.], v. 15, n. 4, p. 1106-1128, dez. 2020. ISSN 1809-0354. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/atosdepesquisa/article/view/8237>. Acesso em: 06 jul. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1809-0354.2020v15n4p1106-1128.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Educação. Formação de Jovens infratores. Política de formação.