GÊNERO, SEXUALIDADES E EDUCAÇÃO: DISCUSSÃO E ANÁLISE DOS PROJETOS DE LEI DO PROGRAMA “ESCOLA SEM PARTIDO”

Resumo

Este artigo visa a discussão e análise dos projetos de lei que formam o Programa “Escola Sem Partido” na Câmara dos Deputados, discorrendo sobre a temática de gênero e sexualidades no contexto educacional brasileiro. Possui como referencial teórico Guacira Lopes Louro, Miriam Pillar Grossi, Joan Scott e Richard Miskolci. É um trabalho de revisão bibliográfica e de pesquisa documental. Os dados apontam que os projetos de lei que formam o Programa consideram gênero e sexualidades como pertencentes à esfera do privado e construíram um discurso em torno do que denominam “ideologia de gênero”, atribuindo-lhe a destruição da família. Deste modo, observa-se uma oposição aos direitos sexuais e reprodutivos conquistados na atualidade. Desconsideram, também, o fato de que discutir estes temas é uma forma de assegurar direitos no campo educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Dez 2, 2020
Como citar
ALVES COUTO, Luan Felipe; DRESCH, Jaime Farias; GRAUPE, Mareli Eliane. GÊNERO, SEXUALIDADES E EDUCAÇÃO: DISCUSSÃO E ANÁLISE DOS PROJETOS DE LEI DO PROGRAMA “ESCOLA SEM PARTIDO”. Atos de Pesquisa em Educação, [S.l.], v. 15, n. 4, p. 997-1020, dez. 2020. ISSN 1809-0354. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/atosdepesquisa/article/view/8132>. Acesso em: 06 jul. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1809-0354.2020v15n4p997-1020.
Seção
Artigos

Palavras-chave

educação; escola sem partido; estudos de gênero; projetos de lei; sexualidades.