PRESENÇA DO PENSAMENTO POSITIVISTA NAS ESCOLAS

  • Waléria Adriana Gonçalez Cecílio Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR.
  • Peri Mesquida Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR.

Resumo

Este estudo tem como objetivo apreender as influências deixadas pelo positivismo na escola primária paranaense nas primeiras décadas do século XX. Para a análise, o estudo se apoia nos pensamentos de Francis Bacon, René Descartes e Auguste Comte. Como principais fontes de pesquisa, o estudo particulariza Regulamentos, Regimentos Internos, Programas de Ensino e Relatórios da Instrução Pública Paranaense e a revista O Ensino. O estudo constatou a presença de uma abordagem regulatória, na qual o altruísmo, a disciplina, a matemática, o prático e o útil, o ideal de neutralidade, os testes de inteligência e a padronização de conteúdo e metodologia de ensino eram incorporados, reproduzindo os ideais positivistas visando ao amor por princípio, a ordem por base, e o progresso por fim, na escola primária.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Set 18, 2017
Como citar
CECÍLIO, Waléria Adriana Gonçalez; MESQUIDA, Peri. PRESENÇA DO PENSAMENTO POSITIVISTA NAS ESCOLAS. Atos de Pesquisa em Educação, [S.l.], v. 12, n. 2, p. 286-301, set. 2017. ISSN 1809-0354. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/atosdepesquisa/article/view/6354>. Acesso em: 06 fev. 2023. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1809-0354.2017v12n2p286-301.

Palavras-chave

Educação. Positivismo. Primeira República.