BINET E O ENSINO E A APRENDIZAGEM DA ARITMÉTICA NOS PRIMEIROS ANOS ESCOLARES: O QUE ENSINAR, QUANDO ENSINAR

  • Nara Vilma Lima Pinheiro Doutoranda do Programa de Pós Graduação em Educação e Saúde na Infância e na Adolescência da Universidade Federal de São Paulo.
  • Wagner Rodrigues Valente Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP.

Resumo

A proposta deste artigo é analisar um aspecto pouco explorado nas obras do psicológo francês Alfred Binet: o aspecto aritmético. Estudioso da psicologia experimental, Alfred Binet notou que os testes de cálculo permitiriam vislumbrar a inteligência dos sujeitos e, ao mesmo tempo, seu poder de atenção e seu espírito de método. Os resultados dessas experiências culminaram na elaboração da célebre Échelle Métrique de l’Intelligence. Assim, no que toca a esse artigo, nos interessou saber que marcha seguiu esse personagem no trato da aprendizagem da aritmética? Os resultados iniciais apontaram para uma preocupação com a aprendizagem da aritmética e com uma sistematização psicológica dos conteúdos aritméticos, a serem organizados tendo-se em conta a psicologia infantil e não mais a ordem lógica dos conteúdos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Set 18, 2017
Como citar
PINHEIRO, Nara Vilma Lima; VALENTE, Wagner Rodrigues. BINET E O ENSINO E A APRENDIZAGEM DA ARITMÉTICA NOS PRIMEIROS ANOS ESCOLARES: O QUE ENSINAR, QUANDO ENSINAR. Atos de Pesquisa em Educação, [S.l.], v. 12, n. 2, p. 346-362, set. 2017. ISSN 1809-0354. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/atosdepesquisa/article/view/6338>. Acesso em: 06 fev. 2023. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1809-0354.2017v12n2p346-362.

Palavras-chave

Aritmética. Binet. Escola Primária. Pedagogia.Testes.