PEDAGOGIA DO AFETO E A BANALIZAÇÃO DA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES: UMA ANÁLISE DA LITERATURA DE AUTOAJUDA NOS PROCESSOS FORMATIVOS

  • Altair Alberto Fávero Universidade de Passo Fundo, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Filosofia. http://orcid.org/0000-0002-9187-7283
  • Evandro Consaltér Universidade de Passo Fundo

Resumo

Este ensaio tem por escopo analisar a banalização dos processos de formação continuada de professores a partir da pedagogia do afeto. Entendemos que essa perspectiva de formação pedagógico materializa-se, sobretudo, a partir do consumo da literatura de autoajuda para professores. Para dar conta do objetivo proposto, realizamos um estudo bibliográfico de ordem analítica, ancorado em obras de três autores campeões de vendas desse tipo de literatura.  No decorrer do ensaio, amparados no referencial teórico, indicamos as razões pelas quais a pedagogia do afeto mostra-se insuficiente para dar conta dos problemas educacionais, sobretudo dos que tangenciam sobre a prática pedagógica do professor. Acreditamos que as reflexões deste ensaio possam contribuir para vislumbrar outros horizontes formativos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Out 10, 2018
Como citar
FÁVERO, Altair Alberto; CONSALTÉR, Evandro. PEDAGOGIA DO AFETO E A BANALIZAÇÃO DA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES: UMA ANÁLISE DA LITERATURA DE AUTOAJUDA NOS PROCESSOS FORMATIVOS. Atos de Pesquisa em Educação, [S.l.], v. 13, n. 2, p. 394-411, out. 2018. ISSN 1809-0354. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/atosdepesquisa/article/view/6292>. Acesso em: 06 jul. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1809-0354.2018v13n2p394-411.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Formação continuada. Pedagogia do Afeto. Literatura de autoajuda.