POLÍTICA DAS LICENCIATURAS E A AUTORIA COLETIVA: UMA DISCUSSÃO

  • Camila Thaisa Alves FURB - Universidade Regional de Blumenau

Resumo

Este escrito aborda a possibilidade de haver autoria coletiva em um documento institucional. Este documento consiste nas matrizes curriculares dos cursos de licenciatura de uma instituição de ensino superior. Além do currículo, o documento comporta vários conceitos que permeiam aqueles cursos, dentre eles o conceito de homem, de educação e de currículo. Este escrito foi concebido por professores dos cursos de licenciatura e pela Próreitoria de Ensino de Graduação da instituição-sede dos cursos. Há a indicação de que haja traços de autoria no documento analisado por: a. haver a nomeação explícita de sujeitos como autores, o que confere a eles responsabilidade pelo que foi escrito e b. houve a feitura de escolhas (teóricas e estilísticas) que tiram a neutralidade do texto, que assume uma posição frente a diversos conceitos, denotando traços de autoria.

Palavras-chave: autoria, documento institucional, matrizes curriculares.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como citar
ALVES, Camila Thaisa. POLÍTICA DAS LICENCIATURAS E A AUTORIA COLETIVA: UMA DISCUSSÃO. Atos de Pesquisa em Educação, [S.l.], v. 2, n. 2, p. 283-292, dez. 2007. ISSN 1809-0354. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/atosdepesquisa/article/view/580>. Acesso em: 12 ago. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1809-0354.2007v2n2p283-292.

Palavras-chave

autoria, documento institucional, matrizes curriculares.