MUTAÇÕES NA LEITURA: A INTERTEXTUALIDADE COMO MARCA NA LITERATURA INFANTIL CONTEMPORÂNEA

  • Elaine Cristina da Silva Martins Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI
  • Adair de Aguiar Neitzel UNIVALI - Universidade do Vale do Itajaí
  • Aline Amaral Freitas UNIVALI - Universidade do Vale do Itajaí

Resumo

O livro de literatura infantil tem passado por transformações quanto à forma. Assim, este artigo tem como objetivo analisar duas obras de literatura infantil contemporânea - Felpo Filva e Entre Caminhos - guiado pela questão problema: Como essas obras exploram a intertextualidade? A metodologia de pesquisa é qualitativa e a análise das obras teve em vista a classificação de transformação ou assimilação de Genette (1982) para revelar as marcas que atestam a presença de outros textos. Como resultados, indicamos: a) Felpo Filva é um livro que explora a intertextualidade por meio da citação; b) Entre Caminhos é um livro que optou pela alusão e pela citação indireta. Concluímos que uma narrativa tramada pelo viés da intertextualidade tende a ser mais aberta e a provocar uma leitura mais dinâmica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Set 3, 2016
Como citar
MARTINS, Elaine Cristina da Silva; NEITZEL, Adair de Aguiar; FREITAS, Aline Amaral. MUTAÇÕES NA LEITURA: A INTERTEXTUALIDADE COMO MARCA NA LITERATURA INFANTIL CONTEMPORÂNEA. Atos de Pesquisa em Educação, [S.l.], v. 11, n. 2, p. 611-633, set. 2016. ISSN 1809-0354. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/atosdepesquisa/article/view/4887>. Acesso em: 06 jul. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1809-0354.2016v11n2p611-633.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Intertextualidade. Literatura infantil contemporânea. Mutações na leitura.