GÊNERO, SEXUALIDADE E A TEORIA QUEER NA EDUCAÇÃO: COLOCANDO EM QUESTÃO A HETERONORMATIVIDADE

  • Dilton Ribeiro do Couto Junior Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (ProPEd/UERJ)

Resumo

O objetivo deste texto é colocar em questão os limites e as contingências da heteronormatividade, buscando inspiração na teoria queer para propor uma pedagogia queer. As reflexões teóricas desenvolvidas neste texto são subsidiadas, principalmente, por estudos que investigam questões de gênero e sexualidade a partir da perspectiva queer. Dessa forma, propondo uma pedagogia queer que caminha numa linha de pensamento que problematiza os efeitos discursos produzidos pela ótica heteronormativa; esta ótica desqualifica os sujeitos que insistem em desafiar e resistir às normas regulatórias de gênero, privilegiando o modelo heterossexual como sendo a única forma possível e legítima de explorar os desejos e os prazeres corporais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Mai 2, 2016
Como citar
DO COUTO JUNIOR, Dilton Ribeiro. GÊNERO, SEXUALIDADE E A TEORIA QUEER NA EDUCAÇÃO: COLOCANDO EM QUESTÃO A HETERONORMATIVIDADE. Atos de Pesquisa em Educação, [S.l.], v. 11, n. 1, p. 250-270, maio 2016. ISSN 1809-0354. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/atosdepesquisa/article/view/4782>. Acesso em: 06 jul. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1809-0354.2016v11n1p250-270.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Heteronormatividade; pedagogia queer; teoria queer.