ENSAIO COM BASE EM ESTUDOS PUBLICADOS SOBRE OS SABERES CONSTITUIENTES DA PROFISSIONALIDADE DO PROFESSOR DE BEBÊS

  • José Ricardo Silva Faculdade de Ciências e Tecnologias, Unesp, campus de Presidente Prudente
  • Viviane Aparecida Ferreira Favareto Cacheffo Faculdade de Ciências e Tecnologias Unesp, campus de Presidente Prudente
  • Célia Maria Guimarães Faculdade de Ciências e Tecnologia, Unesp, câmpus de Presidente Prudente

Resumo

O objetivo desta pesquisa é identificar, por meio do mapeamento bibliográfico de pesquisas nacionais, quais os saberes apontados como constituintes da profissionalidade de professores que atuam com bebês na creche. Como base de dados para esta investigação, optou-se pelos trabalhos publicados no banco de teses e dissertações das Universidades públicas do estado de São Paulo (USP, Unesp e Unicamp) e nas reuniões anuais da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPED), mais especificamente no Grupo de Trabalho 7 – Educação de crianças de 0 a 6 anos e no Grupo de Trabalho 8 – Formação de Professores. O espaço-tempo determinado para esta investigação compreende o período entre 2000 e 2013. Dos estudos localizados e selecionados foram criadas categorias de análises de acordo com a temática abordada. Os dados encontrados foram analisados com base em teóricos que discutem profissionalidade (SACRISTÁN, 1991; GATTI 1997, 2010; MACHADO, 2000; CAMPOS, 2009; ROLDÃO 1998, 2000, 2004, 2005, 2009, 2010; BARBOSA, 2009). A análise permitiu constatar que os saberes constituintes da profissionalidade dos professores de bebês abarcam a compreensão do bebê como centro do planejamento das ações e práticas educativas; a relação professor-bebê e interações afetivas e lúdicas; a organização e implementação de processos de formação continuada e/ou em serviço; a garantia da função da educação infantil – cuidar e educar e a organização do espaço-tempo. Demonstram, ainda, que o fazer docente envolve conhecimentos científicos, filosóficos, sociológicos que precisam ser lançados de forma a orientar as relações entre professor-bebê nos momentos de alimentação, banho, sono, músicas, brincadeiras, leituras, exploração e organização do ambiente, nos toques, no conhecimento corporal e até mesmo no olhar entre o bebê e o professor.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Mai 2, 2016
Como citar
SILVA, José Ricardo; FAVARETO CACHEFFO, Viviane Aparecida Ferreira; GUIMARÃES, Célia Maria. ENSAIO COM BASE EM ESTUDOS PUBLICADOS SOBRE OS SABERES CONSTITUIENTES DA PROFISSIONALIDADE DO PROFESSOR DE BEBÊS. Atos de Pesquisa em Educação, [S.l.], v. 11, n. 1, p. 225-249, maio 2016. ISSN 1809-0354. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/atosdepesquisa/article/view/4679>. Acesso em: 06 jul. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1809-0354.2016v11n1p225-249.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Profissionalidade; Professor de Bebês; Saberes; Educação Infantil.