SABERES E PRÁTICAS DA ESCOLARIZAÇÃO DO ALUNO COM SURDEZ NO ENSINO REGULAR: (re)construções necessárias

  • Carla Helena Fernandes UNIVÁS - Universidade do Vale do Sapucaí Mestrado em Educação
  • Aline Rezende Campos UNIVÁS - Universidade do Vale do Sapucaí Curso de Pedagogia

Resumo

A inclusão de alunos com necessidades educacionais especiais no ensino regular tem exigido reconstruções nas práticas dos professores e na organização dos sistemas de ensino e escolas. A pesquisa apresentada, um estudo de caso (YIN, 2005), resgata e analisa o processo de escolarização na Educação Básica de uma aluna com surdez sendo, para tal, realizadas entrevistas semiestruturadas com a própria aluna, familiares e profissionais das escolas.Os resultados indicaram, por um lado, aspectos que representaram barreiras ao desenvolvimento da aluna, como a ausência da LIBRAS nesse processo e, por outro, práticas pedagógicas inclusivas, como o trabalho colaborativo entre os pares (BONALS, 2003), que foi fundamental para sua aprendizagem. As reflexões emergentes dessa investigação contribuem para formular considerações acerca da organização de ambientes escolares efetivamente inclusivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
Dez 17, 2014
Como citar
FERNANDES, Carla Helena; CAMPOS, Aline Rezende. SABERES E PRÁTICAS DA ESCOLARIZAÇÃO DO ALUNO COM SURDEZ NO ENSINO REGULAR: (re)construções necessárias. Atos de Pesquisa em Educação, [S.l.], v. 9, n. 3, p. 699-719, dez. 2014. ISSN 1809-0354. Disponível em: <https://proxy.furb.br/ojs/index.php/atosdepesquisa/article/view/3917>. Acesso em: 02 fev. 2023. doi: http://dx.doi.org/10.7867/1809-0354.2014v9n3p699-719.
Seção
Artigos

Palavras-chave

inclusão escolar; trabalho colaborativo; formação docente.