“TEORIA OU PRÁTICA”? O MOVIMENTO PENDULAR DOS CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO BRASIL E A ABORDAGEM DO ESPORTE

José Carlos Marques

Resumo


A princípio, não parece ser difícil justificar a presença do esporte no cenário de nossa vida contemporânea. Paradoxalmente, entretanto, por que ele – o esporte, ainda hoje permanece alvo de discriminação por parte da academia brasileira e até de parte significativa do mercado de comunicação? Por que nas entidades científicas brasileiras, com raras exceções, o esporte ainda é tido como “assunto menor”? Na contramão dessas circunstâncias, este ensaio procurará refletir sobre a abordagem do esporte junto a alunos dos cursos de graduação em comunicação nas instituições brasileiras, de modo a se superar a velha dicotomia entre teoria e prática por meio da valorização epistemológica do ensino das humanidades.

Palavras-chave


Esporte. Comunicação. Ensino. Humanidades.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1809-0354.2013v8n1p165-181

T
Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.