EPISTEMOLOGIA E EDUCAÇÃO: O PROBLEMA DA NOÇÃO DE CIÊNCIA APLICADA DA EDUCAÇÃO

Gildemarks Costa e Silva

Resumo


Uma questão que há muito desafia os pedagogos é se a educação pode ser objeto de uma ciência específica. Há ciência da educação, ciências da educação ou ciência aplicada da educação? Neste texto, ao se voltar para essas indagações, busca-se suporte no debate ciência e técnica no pensamento de Gilles-Gaston Granger para se examinar a noção de ciência aplicada da educação proposta por Anísio Teixeira. Procede-se a um esboço das principais características do problema da cientificidade da educação e desenvolve-se a hipótese de que é possível encontrar no pensamento de Anísio Teixeira alguns dos argumentos fundamentais que remetem a necessidade de uma ciência da educação. Enfatiza-se, contudo, que sua proposta de tornar a educação uma ciência aplicada (arte, técnica) implica em algumas tensões, as quais culminam por colocar em questão a própria autonomia do pedagógico e de seus profissionais, uma vez que a prática técnica na sociedade contemporânea assume, cada vez mais, as características de algo normatizador e padronizador.

Palavras-chave


Anísio Teixeira. Ciência da Educação. Epistemologia da Pedagogia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1809-0354.2011v6n2p322-337

T
Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.