REPUTAÇÃO CORPORATIVA E NÍVEL DE DISCLOSURE DAS EMPRESAS DE CAPITAL ABERTO NO BRASIL

Cássia Vanessa Olak Alves Cruz, Gerlando Augusto Sampaio Franco de Lima

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar se a reputação corporativa pode ser considerada um dos direcionadores do nível de disclosure voluntário das empresas de capital aberto no Brasil. O desenvolvimento da pesquisa se deu através de investigação empírica, sendo analisadas 115 observações referentes a 23 companhias brasileiras para o período de 2000 a 2004. No processo de análise dos dados foram utilizadas regressões com dados em painel, sendo adotada a abordagem de efeitos aleatórios, pois, para fins deste estudo, essa foi a abordagem que se apresentou mais adequada. Constatou-se, pelos resultados, que a reputação corporativa possui uma associação positiva com a quantidade de disclosure voluntário, sugerindo que as empresas de capital aberto no Brasil que possuem forte reputação fornecem aos stakeholders uma quantia maior de disclosure voluntário, deste modo a reputação corporativa seria um dos direcionadores do nível de disclosure voluntário das companhias brasileiras. Adicionalmente, este estudo fornece evidências de que o tamanho da empresa também afeta a quantidade de disclosure voluntário, assim empresas maiores evidenciam mais, possivelmente devido a menores custos de divulgação.

Palavras-chave


Reputação corporativa; Disclosure; Dados em painel.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.4270/ruc.20106

Locations of visitors to this page

................................................................................................................................................................................................................................................................

Revista Universo Contábil - ISSN 1809-3337
Rua Antonio da Veiga, 140, Sala D-202
CEP 89012-900, Blumenau, SC, Brasil
Tel.: +554733210938 Fax: +554733228818
e-mail: universocontabil@furb.br