O IMPACTO DA OCPC 07 SOBRE O TAMANHO E A LEGIBILIDADE DAS NOTAS EXPLICATIVAS DE COMPANHIAS BRASILEIRAS

Matheus da Costa Gomes, Rafael Ribas Ferreira, Vinícius Aversari Martins

Resumo


A divulgação de informações irrelevantes em Notas Explicativas (NEs) vem acarretando em demonstrativos financeiros longos e de difícil leitura. Como forma de aumentar a qualidade das NEs, com ênfase no princípio da relevância, o Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) emitiu em 2014 a Orientação Técnica – OCPC 07 – Evidenciação na Divulgação dos Relatórios Contábil-Financeiros de Propósito Geral. Para verificar os eventuais efeitos da publicação da OCPC 07 sobre o tamanho e a legibilidade das notas explicativas de companhias brasileiras, este trabalho utilizou-se de técnicas de mineração de textos e de quantificação de elementos textuais para a coleta de dados em NEs. Por meio de softwares específicos, as empresas listadas no Novo Mercado foram analisadas com testes de diferença de médias e um modelo de regressão linear, no que tange às quantidades de páginas, caracteres, palavras, sílabas, frases, parágrafos e tempo estimado de leitura, comparando as NEs anuais de 2013 com as de 2014. Os resultados mostram que a grande maioria das empresas reduziu o tamanho de suas NEs e que as empresas que fizeram menção à OCPC 07 apresentaram uma redução ainda maior do que as demais. Em números absolutos, houve uma redução média total de 6,5 páginas; para as empresas que citaram a OCPC 07, a redução foi de 13 páginas. Os resultados indicam que as NEs ficaram menores, porém não mais fáceis de serem lidas. Com a utilização do índice de legibilidade de Flesch, observou-se que os níveis de qualidade de escrita não se alteraram após a orientação técnica. A relação positiva entre tamanho e legibilidade evidencia a dificuldade de diminuir o volume de NEs e, ao mesmo tempo, aumentar a qualidade de leitura das mesmas, o que pode ser um obstáculo para o alcance de melhores níveis de disclosure contábil.


Palavras-chave


OCPC 07; Notas Explicativas (NEs); Disclosure; Legibilidade.

Texto completo:

DOI: 10.4270/ruc.2018216

Referências


AKHTARUDDIN, M. Corporate mandatory disclosure practices in Bangladesh. The International Journal of Accounting, v. 40, n. 4, p. 399-422, 2005.

ARANHA, C.; PASSOS, E. A Tecnologia de Mineração de Textos. Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, v. 5, n. 2, p. 1-8, 2006.

BERNARDES, J. R.; NASCIMENTO, J. C. H. B.; AYRES, R. M.; SIQUEIRA, J. R. M. Legibilidade dos Fatos Relevantes: uma Análise na Vale S. A. no Período de Agosto 2012 a Agosto de 2016. Pensar Contábil, v. 20, n. 71, p. 04-13, 2018.

BLOOMFIELD, R. The incomplete revelation hypothesis and financial reporting. Accounting Horizons, v. 16, n. 3, p. 233-243, 2002.

BEUREN, I. M.; BOFF, M. L.; HORN, J. E.; HORN, M. A. Adequação da Evidenciação Social das Empresas de Capital Aberto no Relatório da Administração e Notas Explicativas às Recomendações da NBC T 15. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 4, n. 8, p. 47-68, 2010.

CARRANÇA, T. Comitê espera redução de até 25% nas notas explicativas de balanços. Valor Econômico. São Paulo. 16 abr. 2015. Acesso em 01 de fevereiro de 2017, disponível em: http://www.valor.com.br/empresas/4011068/comite-espera-reducao-de-ate-25-nas-notasexplicativas-de-balancos.

CAZZARI, R. B. A compreensibilidade das informações contábeis e sua relação com os custos de transação sob a óptica dos profissionais de investimento. 2012. Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

CHASAN, E.; RUBENFELD, S. Firms, regulators try to sort out what's worth disclosing to investors. Wall Street Journal. 02 nov. 2015. Acesso em 19 de outubro de 2018, disponível em: https://www.wsj.com/articles/firms-regulators-try-to-sort-out-whats-worth-disclosing-to-investors-1446511890.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS (CPC). OCPC 07 - Evidenciação na Divulgação dos Relatórios Contábil-Financeiros de Propósito Geral. Orientações. 2014.

COURTIS, J. Readability of annual reports: Western versus Asian evidence. Accounting, Auditing & Accountability Journal, v. 8, n. 2, p. 4-17, 1995.

CUNHA, R. K. C.; SILVA, C. A. T. Análise da facilidade de leitura das demonstrações contábeis das empresas brasileiras: uma investigação do gerenciamento de impressões nas narrativas contábeis. In: CONGRESSO USP DE CONTROLADORIA E CONTABILIDADE, 9., 2009, São Paulo. Anais... São Paulo: USP, 2009.

DANTAS, J. A.; NIYAMA, J. K.; RODRIGUES, F. F.; MENDES, P. C. Normatização contábil baseada em princípios ou em regras? Revista de Contabilidade e Organizações, v. 4, n. 9, p. 3-29, 2010.

DAROS, L. L.; BORBA, J. A. Evidenciação de instrumentos financeiros derivativos nas demonstrações contábeis: uma análise das empresas brasileiras. Revista Contabilidade & Finanças, v. 16, n. 39, p. 68-80, 2005.

DIAS FILHO, J. M. A linguagem utilizada na evidenciação contábil: uma análise de sua compreensibilidade à luz da teoria da comunicação. Caderno de Estudos, FIPECAFI, v. 13, n. 24, p. 38-49, 2000.

DUBAY, W. H. The principles of readability. Impact information, Costa Mesa, California, 73 p., 2004. Acesso em 27 de maio de 2008, disponível em: http://www.impact-information.com/impactinfo/readability02.pdf.

ECCLES, R. G.; HERZ, R. H.; KEEGAN, E. M.; PHILLIPS, D. M. The Value-Reporting Revolution: Moving beyond the Earnings Game. New York: John Wiley & Sons, 2001.

EUROPEAN FINANCIAL REPORTING ADVISORY GROUP (EFRAG). Towards a Disclosure Framework for the Notes. Discussion paper. 2012. Disponível em: http://www.efrag.org/Assets/Download?assetUrl=%2Fsites%2Fwebpublishing%2FSiteAssets%2F121015_Disclosure_Framework_-_FINAL1.pdf

FINANCIAL ACCOUNTING STANDARDS BOARD (FASB). Conceptual Framework. 2014. Acesso em 25 de julho de 2015, disponível em: http://www.fasb.org/jsp/FASB/FASBContent_C/ProjectUpdatePage&cid=900000011090.

FINANCIAL ACCOUNTING STANDARDS BOARD (FASB). Disclosure Framework. Acesso em 25 de novembro de 2015, disponível em: http://www.fasb.org/jsp/FASB/FASBContent_C/ProjectUpdatePage&cid=1176156344894.

FRANCIS, J.; NANDA, D.; OLSON, P. Voluntarily disclosure, information quality, and costs of capital. Journal of Accounting Research, v. 46, n. 1, p. 53-99, 2008.

GUAY, W.; SAMUELS, D.; TAYLOR, D. Guiding through the Fog:

Financial statement complexity and voluntary disclosure. Journal of

Accounting and Economics, v. 62, n. 2-3, p. 234-269, 2016.

INTERNATIONAL FINANCIAL REPORTING STANDARDS (IFRS). Diversos dados. Acesso em 25 de julho de 2015, disponível em: http://www.ifrs.org/About-us/Pages/IFRS-Foundation-and-IASB.aspx.

KUMAR, G. Determinants of readability of financial reports of US-listed Asian companies. Asian Journal of Finance & Accounting, v. 6, n. 2, p. 1-18, 2014

LAWRENCE, A. Individual investors and financial disclosure. Journal of Accountign and Economics, v. 56, n. 1, p. 130-147, 2013.

LI, F. Annual report readability, current earnings, and earnings persistence. Journal of Accounting and Economics, v. 45, n. 2, p. 221-247, 2008

LOPES, A. B.; MARTINS, E. Teoria da Contabilidade: Uma nova abordagem. São Paulo: Atlas, 181 p., 2005.

LOUGHRAN, T.; MCDONALD, B. Measuring readability in financial disclosures. The Journal of Finance, v. 69, n. 4, p. 1643-1671, 2014.

LOURENÇO, I. C. Notas explicativas: uma visão internacional. Revista FIPECAFI, v. 1, n. 1, p. 10-15, 2014.

MARTINS, T. B. F.; GHIRALDELO, C. M.; NUNES, M. G. V.; OLIVEIRA JR., O. N. Readability Formulas Applied to Textbooks in Brazilian Portuguese. Notas do Instituto de Ciências Matemáticas de São Carlos (ICMSC), Série Computação, Universidade de São Paulo, São Carlos, n. 28, 14 p., 1996.

MEIBAK, D.; TORRES, F. CVM quer mais qualidade e menos volume. Valor Econômico. São Paulo. 28 fev. 2014. Acesso em 01 de fevereiro de 2017, disponível em: http://www.valor.com.br/empresas/3447226/cvm-quer-mais-qualidade-e-menos-volume.

MORENO, A.; CASASOLA, A. A readability evolution of narratives in annual reports: a longitudinal study of two Spanish companies. Journal of Business and Technical Communication, v. 30, n. 2, p. 202-235, 2016.

MURCIA, F. D. R. Fatores determinantes do Nível de Disclosure Voluntário das empresas brasileiras de capital aberto. 2009. Tese (Doutorado em Administração) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

ONO, H.M.; RODRIGUES, J M.; NIYAMA, J K. Disclosure sobre impairment: uma análise comparativa das companhias abertas brasileiras em 2008. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ (online), v. 15, n. 1, p. 67-87, 2010.

PIRES, C. B., SILVEIRA, F. C. S. A evolução da evidenciação das informações ambientais de empresas do setor de celulose e papel: uma análise de conteúdo das notas explicativas e relatórios de administração. ConTexto, v. 8, n. 13, p. 1-32, 2008.

SANTOS, E. S.; CALIXTO, L.; BISPO, M. F. Impacto da OCPC 07 no Enxugamento das Notas Explicativas das Companhias Brasileiras. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO, 41., 2017, São Paulo. Anais... São Paulo: Anpad, 2017.

SANTOS, N. N. F.; FLORES, E. S.; GUIMARÃES, I. P.; SLOMSKI, V. G.; SILVA, A. F. Nível de evidenciação obtido na divulgação das notas explicativas de instrumentos financeiros derivativos segundo a deliberação CVM n. 550/08. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 7, n. 13, p. 175-196, 2010.

SANTOS, V.; BEUREN, I. M.; RAUSCH, R. B. Evidenciação das Operações com Créditos de Carbono nos Relatórios da Administração e nas Notas Explicativas. REGE, v. 18, n. 1, p. 53-73, 2011.

TELLES, S. V. Readability and understandability of notes to the financial statements. 2018. Tese (Doutorado em Controladoria e Contabilidade) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-30072018-105221/pt-br.php

TORRES, F. Companhias cortam notas explicativas. Valor Econômico. São Paulo. 26 jun. 2015. Acesso em 01 de fevereiro de 2017, disponível em: http://www.valor.com.br/empresas/4110202/companhias-cortam-notas-explicativas.

VERRECCHIA, R. E. Essays on disclosure. Journal of Accounting and Economics, v. 32, n. 1, p. 97-180, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.4270/ruc.2018216

Locations of visitors to this page

................................................................................................................................................................................................................................................................

Revista Universo Contábil - ISSN 1809-3337
Rua Antonio da Veiga, 140, Sala D-202
CEP 89012-900, Blumenau, SC, Brasil
Tel.: +554733210938 Fax: +554733228818
e-mail: universocontabil@furb.br