ANÁLISE DOS INDICADORES E AÇÕES DE ORGANIZAÇÕES AGROINDUSTRIAIS SEGUNDO AS PERSPECTIVAS DO BALANCED SCORECARD

Aldo Leonardo Cunha Callado, Antônio André Cunha Callado, Moisés Araújo Almeida

Resumo


Este trabalho busca identificar a utilização dos indicadores e ações referentes às perspectivas do Balanced Scorecard no âmbito das organizações agroindustriais paraibanas como instrumentos direcionadores de performance. A pesquisa envolveu um estudo empírico em 21 agroindústrias. O instrumento utilizado para a coleta de dados foi um questionário e, para a análise dos resultados, foram utilizados o coeficiente de correlação de Pearson e um modelo logit como método da análise. Foram investigadas as perspectivas: financeira, clientes, processos internos e aprendizagem e crescimento. Os indicadores que apresentaram coeficientes de correlação significativos foram: a geração do fluxo de caixa (financeiro); novas estratégias de preços (clientes); aumento da produtividade (processos internos); número de entregas com atraso e desperdício (aprendizagem e crescimento). As novas estratégias de preços obtiveram os melhores coeficientes de sensibilidade e especificidade e, quando associadas ao aumento da produtividade, melhoraram seu resultado como direcionadores de performance.

Palavras-chave: Balanced Scorecard. Medição de desempenho. Agronegócio.

Palavras-chave


Balanced Scorecard. Medição de desempenho. Agronegócio.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.4270/ruc.20073

Locations of visitors to this page

................................................................................................................................................................................................................................................................

Revista Universo Contábil - ISSN 1809-3337
Rua Antonio da Veiga, 140, Sala D-202
CEP 89012-900, Blumenau, SC, Brasil
Tel.: +554733210938 Fax: +554733228818
e-mail: universocontabil@furb.br