ENSINO DA TEORIA DA CONTABILIDADE NOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DO BRASIL

Sérgio de Iudícibus, Ilse Maria Beuren, Vanderlei dos Santos

Resumo


Este estudo objetiva analisar como o ensino da Teoria da Contabilidade ocorre nos Programas de Pós-Graduação de Ciências Contábeis do Brasil. Pesquisa com abordagem qualitativa foi realizada a partir da análise de conteúdo dos planos de ensino de 27 cursos. Os resultados mostram que 30 docentes lecionam a disciplina nos programas analisados. A maior parte deles possui livros publicados em outras áreas, poucos possuem livros no escopo da disciplina analisada. A disciplina é obrigatória para a maioria dos cursos de mestrado, enquanto que nos cursos de doutorado apenas alguns possuem uma disciplina específica, geralmente denominada de Teoria Avançada da Contabilidade. Em relação aos conteúdos, o núcleo fundamental da teoria contábil, princípios, postulados e evolução histórica são discutidos na maioria dos cursos. Em volume pouco considerável, assuntos distintos são disseminados nos cursos, inclusive alguns de outras áreas, por exemplo, governança corporativa, contabilidade ambiental, auditoria, ensino da contabilidade. Em alguns programas predomina a abordagem macroeconômica, com viés positivista. Em relação às referências, destacam-se as obras dos autores Iudícibus, Hendriksen e Van Breda, convergindo com pesquisas realizadas em cursos de graduação. Contudo, outros autores se sobressaem, como Watts e Zimmerman, Kam, Most e Scot, além dos pronunciamentos contábeis.


Palavras-chave


Teoria da Contabilidade; Plano de ensino; Programas de Pós-Graduação em Ciências Contábeis.

Texto completo:

DOI:10.4270/ruc.2016425

Referências


BARBOSA, G. C.; BARROS, F. O. Perfil dos autores na produção científica em contabilidade: o caso do congresso USP de controladoria e contabilidade e do congresso ANPCONT. Enfoque: Reflexão Contábil, v. 29, n. 3, p. 22-33, 2010. DOI: http://dx.doi.org/10.4025/enfoque.v29i3.10880.

BARBOSA NETO, J. E. B. Construção do conhecimento científico nos Programas de Pós-Graduação stricto sensu em Ciências Contábeis sob a ótica das redes sociais. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil, 2011.

BORBA, J. A.; POETA, F. Z.; VICENTE, E. F. R. Teoria da contabilidade: uma análise da disciplina nos programas de mestrado brasileiros. Sociedade, Contabilidade e Gestão, v. 6, n. 2, p. 124-138, 2011.

COETSEE, D. The role of accounting theory in the development of accounting principles. Meditari Accountancy Research, v. 18, n. 1, p. 1-16, 2010. DOI: http://dx.doi.org/10.1108/10222529201000001.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS (CPC). Pronunciamento Conceitual Básico (R1): estrutura conceitual para elaboração e divulgação de relatório contábil-financeiro. 2011. Disponível em: . Acesso em: 25 out. 2016.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES). Plataforma Sucupira. 2016. Disponível em: . Acesso em: 25 jan. 2016.

CUNHA, J. V. A.; CORNACHIONE JUNIOR, E. B.; MARTINS, G. A. Teses em Ciências Contábeis: uma análise de sua propagação. Brazilian Business Review, v. 7, n. 3, p. 47-65, 2010. DOI: http://dx.doi.org/10.15728/bbr.2010.7.3.3

FERREIRA, A. F.; SPLITTER, K.; BORBA, J. A. (2012). Teoria da contabilidade: uma disciplina específica ou conhecimentos que deveriam estar integrados em outras disciplinas. In: Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, 12., 2012, São Paulo. Anais... São Paulo, FEA/USP, 2012.

GLOVER, J. Have academic accountants and financial accounting standard setters traded places? Accounting, Economics and Law, v. 4, n. 1, p. 17-26, 2014. DOI: 10.1515/ael-2014-0001.

GUILLAN, A. B. B.; MIRSHAWKA, V. Reeducação-qualidade, produtividade e criatividade: caminho para a escola do século XXI. São Paulo: Makron Books, 1994.

HENDRIKSEN, E. S.; VAN BREDA, M. F. Teoria da Contabilidade. 1 ed. 7. reimpr. São Paulo: Atlas, 2009.

INTERNATIONAL ACCOUNTING STANDARDS BOARD (IASB). Conceptual framework. 2016. Disponível em: . Acesso em: Acesso em: 25 out. 2016.

IUDÍCIBUS, S. D.; LOPES, A. B. Teoria avançada da contabilidade. São Paulo: Atlas, 2004.

IUDÍCIBUS, S. D.; MARTINS, E.; CARVALHO, L. N. Contabilidade: aspectos relevantes da epopéia de sua evolução. Revista Contabilidade & Finanças, v. 16, n. 38, p. 7-19, 2005.

IUDÍCIBUS, S. Teoria da contabilidade. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

IUDÍCIBUS, S. Teoria da contabilidade: evolução e tendências. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, v. 17, n. 2, p. 5-13, 2012.

IUDÍCIBUS, S.; MARTINS, E. A. Estudando e pesquisando teoria: o futuro chegou? Revista Universo Contábil, v. 11, n. 1, p. 6-24, 2015. DOI: 10.4270/ruc.2015101.

JAMES, K. A critical theory and postmodernist approach to the teaching of accounting theory. Critical Perspectives on Accounting, v. 19, n. 5, p. 643-676, 2008. DOI: 10.1016/j.cpa.2006.11.004.

LEITE FILHO, G. A. Padrões de produtividade de autores em periódicos e congressos na área de contabilidade no Brasil: um estudo bibliométrico. Revista de Administração Contemporânea, v. 12, n. 2, p. 533-554, 2008. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-65552008000200011.

MADEIRA, G. J.; MENDONÇA, K. F. C.; ABREU, S. M. A disciplina teoria da contabilidade nos exames de suficiência e provão. Contabilidade Vista & Revista, v. 14, Ed. Espec., p. 103-122, 2003.

MADUREIRA, N. L.; SUCCAR JR, F.; GOMES, J. S. Estudo sobre os métodos de ensino utilizados nos cursos de ciências contábeis e administração da universidade estadual do Rio de Janeiro (UERJ): a percepção de docentes e discentes. Revista de Informação Contábil, v. 5, n. 2, p. 43-53, 2011.

MARION, J. C.; GARCIA, E.; CORDEIRO, M. Discussão sobre metodologias de ensino aplicáveis à Contabilidade. Contabilidade Vista & Revista,, v. 10, n. 1, p. 28-33, 1999.

MATTESSICH, R. Critique of accounting: examination of the foundations and normative structure of an applied discipline. Westport: Quorum Books, 1995.

MAZZIONI, S. As estratégias utilizadas no processo de ensino-aprendizagem: concepções de alunos e professores de ciências contábeis. Revista Eletrônica de Administração e Turismo-ReAT, v. 2, n. 1, p. 93-109, 2013.

MIRANDA, G. J.; LEAL, E. A.; CASA NOVA, S. P. C. Técnicas de ensino aplicadas à contabilidade: existe uma receita? In: COIMBRA, C. L. (Org.). Didática para o ensino nas áreas de Administração e Ciências Contábeis. São Paulo: Atlas, 2012, pp. 40-55.

MIRANDA, C. D. S.; MORAES, M. B. D. C.; NAKAO, S. H. O ensino da teoria da contabilidade: uma avaliação em instituições no Estado de São Paulo. In: Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, 32., 2008, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: Anpad, 2008.

MOST, K. S. Accounting theory. 2 ed. Columbus: Grid Publishing, 1982.

NASCIMENTO, S. D.; BEUREN, I. M.. Redes sociais na produção científica dos programas de pós-graduação de ciências contábeis do Brasil. Revista de Administração Contemporânea, v. 15, n. 1, p. 47-66, 2011.

NIYAMA, J. K.; SILVA, C. A. T. Teoria da contabilidade. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

PARISOTTO, I. R. S.; GRANDE, J. F.; FERNANDES, F. C. O processo ensino e aprendizagem na formação do profissional contábil: uma visão acadêmica. In: Congresso USP de Iniciação Científica em Contabilidade, 3., 2006, São Paulo. Anais... São Paulo: FEA/USP, 2006.

PELEIAS, I. R.; SILVA, G. P.; SEGRETI, J. B.; CHIROTTO, A. R. Evolução do ensino da contabilidade no Brasil: uma análise histórica. Revista Contabilidade & Finanças, v. 18, Ed. Espec., p. 19-32, 2007.

PETRUCCI, V. B. C.; BATISTON, R. R. Estratégias de ensino e avaliação de aprendizagem em contabilidade. In: PELEIAS, I. R. (Org.). Didática do ensino da contabilidade. São Paulo: Saraiva, 2006.

PICCOLI, M. R.; CHIARELLO, T. C.; KLANN, R. C. A percepção dos acadêmicos sobre conceitos abordados na disciplina de teoria da contabilidade. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, v. 5, n. 1 (Ed. Espec.), p. 40-57, 2015.

RIAHI-BELKAOUI, A. Accounting theory. United Kingdom: Cengage Learning EMEA, 2004.

SILVA, D. M. D. (2006). O impacto dos estilos de aprendizagem no ensino de contabilidade na FEA-RP/USP. Tese (Doutorado em Controladoria e Contabilidade) - Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, SP, Brasil, 2006.

SIMON, J. Curriculum changes using concept maps. Accounting Education: An International Journal, v. 19, n. 3, p. 301-307, 2010. DOI: http://dx.doi.org/10.1080/09639280903411336

SOARES, S. V.; SILVA, G. R.; PFITSCHER, E. D. Teoria da Contabilidade: O que se ensina nos cursos de Ciências Contábeis das Universidades Federais Brasileiras? Revista de Contabilidade da UFBA, v. 5, n. 3, p. 45-57, 2012.

THEÓPHILO, C. R.; JESUS SACRAMENTO, C. D. O.; NEVES, I. F.; SOUZA, P. L. O ensino da teoria da contabilidade no Brasil. Contabilidade Vista & Revista, v. 11, n. 3, p. 03-10, 2000.

WATTS, R. L.; ZIMMERMAN, J. L. Positive accounting theory. Englewood Cliffs: Prentice Hall, 1986.

WATTS, R. L.; ZIMMERMAN, J. L. Towards a positive theory of the determination of accounting standards. The Accounting Review, v. 52, n. 1, 1978.




Locations of visitors to this page

................................................................................................................................................................................................................................................................

Revista Universo Contábil - ISSN 1809-3337
Rua Antonio da Veiga, 140, Sala D-202
CEP 89012-900, Blumenau, SC, Brasil
Tel.: +554733210938 Fax: +554733228818
e-mail: universocontabil@furb.br