O IMPACTO DO GOODWILL NOS RESULTADOS

Patricia Nunes Cavalinhos, Francisco Alegria Carreira

Resumo


A partir de 2005, as entidades com valores admitidos à negociação nos mercados regulamentados da União Europeia (UE) passaram a apresentar as suas demonstrações financeiras consolidadas segundo as Normas Internacionais de Relato Financeiro (NIRF) adotadas pela UE. Em resultado desta alteração, surgiram novas regras de reconhecimento e mensuração do goodwill pelo que tem sido desenvolvido diversos estudos que procuram avaliar a seu impacto nos resultados e os comportamentos na preparação da informação financeira por parte das empresas. A presente investigação pretende aferir de que forma é efetuado o reconhecimento e como é divulgado o goodwill. Para atingir tal fim analisámos uma amostra de empresas cotadas na Euronext Lisbon, onde identificámos os ajustamentos efetuados, avaliámos a realização de testes de imparidade, por forma a averiguar se os mesmos tinham impacto nos resultados. Concluímos que existem falhas por parte das empresas no tratamento do goodwill e que ao longo do período em estudo poucas foram as empresas que evoluíram significativamente. O reconhecimento de perdas por imparidade nos testes realizados, nem sempre refletem na redução do resultado líquido.


Palavras-chave


Goodwill, imparidades e ativos intangíveis

Texto completo:

doi:10.4270/ruc.2015218

Referências


ANTUNES, Maria Teresa Pompa. A influência dos investimentos em capital intelectual no desempenho das empresas: Um estudo baseado no entendimento de gestores de grandes empresas brasileiras. Tese de Doutoramento, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo. 2004.

CARVALHO, Nelson; LEMES, Sirlei.; COSTA, Fábio Moraes. Contabilidade Internacional: Aplicação das IFRS 2005. São Paulo: Atlas, 2009.

CARVALHO, Carla Manuela Teixeira; RODRIGUES, Ana Maria; FERREIRA, Carlos Manuel dos Santos. Imparidade do goodwill na transição para a IFRS 3: o caso português. Estudos do ISCA, n. 1. 2010. Disponível em . Acesso em: 22 de setembro de 2011.

CAVALINHOS, Patrícia da Conceição Nunes. O impacto do goodwill nos resultados. Dissertação de Mestrado em Contabilidade e Finanças, ESCE/IPSetúbal. 2013.

COMISSÃO do Mercado de Valores Mobiliários. Disponível em: . Acesso em: 26 de Setembro de 2012.

CORDEIRO, R.; COUTO, G.; SILVA, F. Measuring the Impact of International Financial Reporting Standards (IFRS) in Firm Reporting: The Case of Portugal, Working Paper, SSRN, 2007. Disponível em http://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=969972. Acesso em 08-06-2012. http://dx.doi.org/10.2139/ssrn.969972

DAVIS, James R. Financial Statements: Ambiguity, Ethics, and the Bottom Line. Business Horizon May/June, p.: 65−70. 1989. http://dx.doi.org/10.1016/0007-6813(89)90011-6

DOMINGOS, Alexandra; DOMINGOS, Rui; ARSÉNIO, Sílvia. Ativos intangíveis e seu tratamento numa concentração de atividades empresariais. Revista da Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas, v.112, n. 112, p. 33-36. 2009.

FERREIRA, Helena Maria dos Santos. Impacto da adopção da NCRF 6 “Ativos Intangíveis” do SNC. Tese de Mestrado em Contabilidade, Universidade de Aveiro, 2011. Disponível em: . Acesso em: 14-06-2013.

GOMES, Patrícia; SERRA, Sara; FERREIRA, Elisabete. Ativos Intangíveis: o Grau de Adaptação das Empresas Portuguesas Cotadas na Euronext Relativamente à IAS 38. Contabilidade e Gestão, n. 2, p. 11-49. 2005.

GOMES, Elisabeth Alves. Estudos sobre os níveis de disclosure adotados pelas empresas brasileiras e custo de capital. Tese de Mestrado, Universidade Presbiteriana Mackenzie. 2006.

HEALY, Paul. M.; WAHLEN, James Michael. A Review of the Earnings Management Literature and Its Implications for Standard Setting. Accounting Horizons, v. 13, n. 4, p. 365-383, 1999. http://dx.doi.org/10.2308/acch.1999.13.4.365

HENDRIKSEN, Eldon S.; BREDA, Michael F. Van. Accounting Theory, Irwin, Fifth Edition, 1999. Disponível em: . Acesso: em 08 de março de 2012

HENDRINKSEN, Eldon S. Teoria da Contabilidade - Uma nova abordagem. São Paulo: Atlas, 2005.

IASB - Internacional Accouting Standards Board. Estrutura Conceptual do IASB OROC, 2003

NIRF - Internacional Accouting Standards Board. Concentrações de Atividades-3 Empresariais, SITOC, OTOC, 2008.

NIRF - Internacional Accouting Standards Board. Concentrações de Atividades-3 Empresariais, SITOC, OTOC. 2009.

NIRF - Internacional Accouting Standards Board. Concentrações de Atividades-3 Empresariais, SITOC, OTOC. 2011.

NIRF - Internacional Accouting Standards Board. Concentrações de Atividades Empresariais-8,SITOC, OTOC. 2011.

NIC - Internacional Accouting Standards Board. Imparidade de Ativos -36, SITOC, OTOC. 2012.

NIC - Internacional Accouting Standards Board. Ativos Intangíveis-38, SITOC, OTOC. 2012.

JARUPA, Alicja., FIJALKOWSKA, Justyna, M.; JARUPA-Baranowska.; Malgorzata; FRENDZEL, Maciej. The Impact of IAS/IFRS on Polish Accounting Regulations and their Practical Implementation in Poland. Accounting in Europe, v. 4, n. 1, p. 67-78. 2007. http://dx.doi.org/10.1080/17449480701308675

JOHNSON, L. Todd..; PETRONE, Kimberley R. Is goodwill an asset? Accountings Horizonts. v. 12 n.3., p. 293-303. 1998. http://dx.doi.org/10.2139/ssrn.143839

LOPES, Patrícia Teixeira; VIANA, Rui Couto. The Transition To IFRS: Disclosures by Portuguese Listed Companies. FEP Working Paper n. 285, 2008. Disponível em . Acesso em 23 de julho de 2012.

MARQUES, Maria da Conceição C. As concentrações de atividades empresariais segundo a IFRS 3. Revista Revisores e Auditores, julho/setembro, 2007. Disponível em ‎. Acesso em: 20 de março 2012.

MARTINS, Eliseu. Contribuição à avaliação do ativo intangível. Tese de Doutoramento, Faculdade de economia, administração e contabilidade da Universidade de São Paulo. 1972.

PERRAMON, Jordin; AMAT, Oriol. IFRS Introduction and its Effects on Listed Companies in Spain. Economics Working Papers, n. 975, Universidade Pompeu Fabra, Departamento de Economia e Negócios, 2006. Disponível em . Acesso em 22-06-2012. http://dx.doi.org/10.2139/ssrn.1276826

PIMPÃO, Maria Guia Silveira Amaral Maia. Contabilização do Goodwill − Um Tema Controverso. Tese de Mestrado em Contabilidade, Universidade Aberta. 1997

PINHEIRO, Vasco Rafael do Amaral. O tratamento contabilístico do goodwill nas empresas do PSI -20, Dissertação de Mestrado em contabilidade e finanças, IPP/ISCAP, 2014

PIRES, Amélia.; RODRIGUES, Fernando. Um novo paradigma valorimétrico: O declínio do custo histórico. Revisores & Empresas, n. 17, p. 43-52. 2002.

QUEIROZ, Patrícia. Contabilidade para intangíveis. Revista Capital Aberto, n. 19, março de 2005.

SCHIPPER, Katherine. Commentary on Earnings Management, Accounting Horizons, n. 3, p. 91-102. 1989.

SCHMIDT, Paulo; SANTOS, José Luis. Avaliação de ativos intangíveis. 2. ed. São Paulo: Atlas. 2009.

SECRETÁRIO de Estado dos Assuntos Fiscais. Sistema de Normalização Contabilística, Estrutura conceptual, Diário da Republica 2ªa série- nº 173, de 07 de setembro. 2009.

SECRETÁRIO de Estado dos Assuntos Fiscais. Sistema de Normalização Contabilística - NCRF 6: Ativos Intangíveis. Aviso nº 15655/2009, Diário da República 2ª série – Nº 173, pp 36271-36279. 2009.

SECRETÁRIO de Estado dos Assuntos Fiscais. Sistema de Normalização Contabilística - NCRF 12: Imparidade de Ativos. Aviso nº 15655/2009, Diário da República 2ª série – Nº 173, pp 36298-36304. 2009.

SECRETÁRIO de Estado dos Assuntos Fiscais. Sistema de Normalização Contabilística - NCRF 14: Concentrações de atividades empresariais. Aviso nº 15655/2009, Diário da República 2ª série – Nº 173, pp 36309-36313. 2009.

STENKA, Isabel Renata; ORMROD, Phil; CHAN, Ann. Accounting for Business Combinations – The Consequences of IFRS Adoption for UK Listed Companies. Working Paper, SSRN, 2008. Disponível em . Acesso em 20-04-2012. http://dx.doi.org/10.2139/ssrn.1276826

STENKA, R.; ORMROD, P. The Impact of IFRS Adoption in the UK – Issues in Group Accounting, Accounting in Europe, Sept. 2007.

SOARES, Salazar Vasco; ROCHA, Joaquim Carlos. O goodwill e as alterações decorrentes da IFRS3, 2009. Disponível em . Acesso em 08 de Agosto de 2012.

WHITE, Alison. Proposals for business combinations. Accountancy SA. June, p.10-11, 2003. Disponível em . Acesso em 08 de março de 2012.




Locations of visitors to this page

................................................................................................................................................................................................................................................................

Revista Universo Contábil - ISSN 1809-3337
Rua Antonio da Veiga, 140, Sala D-202
CEP 89012-900, Blumenau, SC, Brasil
Tel.: +554733210938 Fax: +554733228818
e-mail: universocontabil@furb.br