CONVERGÊNCIA INTERNACIONAL DAS NORMAS CONTÁBEIS E AS ALTERAÇÕES NA ESTRUTURA DO RELATÓRIO POR SEGMENTOS: DA DIVULGAÇÃO VOLUNTÁRIA AO ADVENTO DO CPC 22

Eliandro Schvirck, Rogério João Lunkes, Valdirene Gasparetto, José Alonso Borba

Resumo


A adoção das normas internacionais de contabilidade (IFRS) no Brasil motivou diversas alterações nos procedimentos das empresas. Neste sentido, o objetivo deste estudo foi avaliar o impacto na estrutura dos relatórios de empresas que voluntariamente divulgaram segmentos antes da promulgação do CPC 22. O estudo adotou abordagem descritiva e foi realizado por meio de levantamento de dados em notas explicativas de 47 companhias abertas que compunham o índice IBrX 50 no mês de dezembro de 2012. O período da pesquisa compreendeu os exercícios de 2008 a 2011. Os resultados da pesquisa mostram que a adoção do CPC 22 foi relevante ao ampliar o número de empresas que publicaram o relatório, de forma voluntária em torno de 15% das companhias fez a divulgação, a partir de 2010 a publicação foi feita por 96% das empresas. O impacto na estrutura das demonstrações das empresas que divulgaram de forma voluntária o relatório por segmentos, pode ser notado pela agregação de informações selecionadas que não são apresentadas nas demonstrações consolidadas, tais como medidas de resultado não previstas na legislação, a possibilidade de combinar segmentos de acordo com a estrutura interna utilizada na gestão da empresa e a informação de quem é o principal gestor na tomada de decisões da companhia.


Palavras-chave


relatório por segmentos; CPC 22; evidenciação; companhias abertas

Texto completo:

doi:10.4270/ruc.2014104

Referências


AILLÓN, Humberto Silva; SILVA, Julio Orestes; PINZAN, Anderson Ferreira; WUERGES, Artur Filipe Ewald. Análise das informações por segmento: divulgação de informações gerenciais pelas empresas brasileiras. Revista Contemporânea de Contabilidade – UFSC. Florianópolis, v. 10, n. 19, p. 33-48, jan/abr. 2013. http://dx.doi.org/10.5007/2715-8069.2013v10n19p33.

ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica. Resolução ANEEL Nº 001/1997, de 24 de dezembro de 1997.

ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica. Resolução ANEEL Nº 444/2001, de 26 de outubro de 2001.

ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica. Despacho ANEEL Nº 4722/2009, de 18 de dezembro de 2009.

BERGER, Philip G.; HANN, Rebecca. The impact of SFAS Nº 131 on information and monitoring. Journal of Accounting Research. v. 41, n. 2, maio 2003. http://dx.doi.org/10.1111/1475-679X.00100

BMFBOVESPA. Disponível em: .

CFC – Conselho Federal de Contabilidade. Resolução CFC 1.176/09 de 24 de julho de 2009. Aprova a NBC TG 22 – Informações por segmento.

CPC – Comitê de Pronunciamentos Contábeis. Pronunciamento técnico CPC 22: Informações por segmento. 2009. Disponível em: . Acessado em novembro de 2011.

CRAWFORD, Louise; EXTANCE, Heather., HELLIAR, Christine.;POWER, David. Operating segments: the uselfulness of IFRS. ICAS Insight, Edinburgh, 2012.

CRUZ, Ana Paula Capuano da; MACHADO, Esmael Almeida; PEREIRA, Anderson Feitosa; CARVALHO, L. Nelson. Empresas brasileiras do novo mercado e suas práticas de evidenciação voluntária de informações por segmento. In: CONGRESSO ANPCONT, 5, 2011, Vitória/ES. Anais... Vitória, ANPCONT, 2011. CD-ROM.

CVM – Comissão de Valores Mobiliários. Parecer de orientação CVM Nº 24, de 15 de janeiro de 1992.

CVM – Comissão de Valores Mobiliários. Ofício-Circular/CVM/SNC/SEP Nº 01/2004, de 19 de janeiro de 2004.

CVM – Comissão de Valores Mobiliários. Deliberação CVM Nº 582, de 31 de julho de 2009 - Aprova o Pronunciamento Técnico CPC 22 do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, que trata de informações por segmento.

ERNST YOUNG TERCO; FIPECAFI. IFRS: 1º Ano. Análises sobre a adoção inicial do IFRS no Brasil. São Paulo. Disponível em: , acessado em 08.11.2011

ERNST YOUNG TERCO; FIPECAFI. IFRS: Análises sobre o IFRS no Brasil. São Paulo. Disponível em: , acessado em 09.11.2012

ETTREDGE, Michael L.; KWON, Soo Young; SMITH. David B.; STONE, Mary S. The effect of SFAS Nº 131 on the cross-segment variability of profits reported by multiple segment firms. Review Accounting Studies, v. 17, p. 91-117, 2006. http://dx.doi.org/10.1007/s11142-006-6397-9

FASB – Financial Accounting Standards Board. SFAS 131 – Disclosure about Segments of an Enterprise and Related Information. Junho/1997. Disponível em: . Acessado em novembro de 2011.

FREZATTI, Fábio; ROCHA, Wellington; NASCIMENTO, Artur R.; JUNQUEIRA, Emanuel. Controle gerencial: uma abordagem da contabilidade gerencial no contexto econômico, comportamental e sociológico. São Paulo: Atlas, 2009.

HERRMANN, Don; THOMAS, Wayne B. An analysis of segment disclosures under SFAS N. 131 and SFAS N. 14. Accounting Horizons. v. 14, n. 3, p. 287-302, 2000. http://dx.doi.org/10.2308/acch.2000.14.3.287

IASB – International Accounting Standards Board, IFRS 8: Operating Segments. Disponível em: . Acessado em novembro de 2011.

MARDINI, Ghassan H.; CRAWFORD, Louise; POWER, David M. The impact of IFRS 8 on disclosures practices of Jordanian listed companies. Journal of Accounting in Emerging Economies. v.2, n.1. 2012. http://dx.doi.org/10.1108/20421161211196139

MARTIN, Anna D.; POLI, Patrícia M. The usefulness of geographic segment disclosure for U.S. based MNCs operating in emerging markets. Advances in International Accounting. v. 17, p. 199-225, 2004. http://dx.doi.org/10.1016/s0897-3660(04)17010-4

MOURAD, Nabil Ahmad. IFRS 8 – Segmentos operacionais: contabilidade internacional: International Financial Reporting Standards – IFRS. São Paulo: Atlas, 2009.

NICHOLS, Nancy B.; STREET, Donna L.; GRAY, S. J. Geographic segment disclosures in the United States: reporting practices enter a new era. Journal of International Accounting, Auditing & Taxation. v. 9, n. 1, pp. 59-82, 2000. http://dx.doi.org/10.1016/S1061-9518(00)00025-2

NICHOLS, Nancy B.; STREET, Donna L.; CEREOLA, Sandra. An analysis of the impact of applying IFRS 8 on the segment disclosures of European blue chips companies. Journal of International Accounting Auditing and Taxation. v. 22, n. 2, 2012. http://dx.doi.org/10.1016/j.intaccaudtax.2012.07.001

SCHVIRCK, Eliandro; GASPARETTO, Valdirene. Divulgação voluntária de informações por segmento e governança corporativa antes da vigência do CPC 22. In: EnANPAD, 35, 2011, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: ANPAD, 2011.

SCHVIRCK, Eliandro; LUNKES, Rogério João; GASPARETTO, Valdirene. Divulgação de informações por segmento: panorama da aplicação do CPC 22. Revista de Pesquisa e Educação em Contabilidade – REPeC. v. 7, n. 2, p. 134-149, abr/jun 2013.

SILVA, Flávia de Araújo; PINHEIRO, Laura Edith Taboada. Estágio atual de evidenciação e fatores que influenciam o disclosure de informações por segmentos por empresas brasileiras. Revista de Contabilidade e Controladoria. v. 4, n. 3, p. 78-94, set/dez 2012.

TARCA, Ann; PITMAN, April. Post-implementation review of IFRS 8. IAS Agenda ref 12 B. Disponível em: , acessado em 02.07.2012.

VASCONSELOS, Madson de Gusmão; SZUSTER, Natan. Informações contábeis por segmento de negócios. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ. v. 8, n. 2, p. 71-88, Rio de Janeiro, 2003.




Locations of visitors to this page

................................................................................................................................................................................................................................................................

Revista Universo Contábil - ISSN 1809-3337
Rua Antonio da Veiga, 140, Sala D-202
CEP 89012-900, Blumenau, SC, Brasil
Tel.: +554733210938 Fax: +554733228818
e-mail: universocontabil@furb.br