ESTUDO SOBRE A DINÂMICA DO CONSUMPITION CAPITAL ASSET PRINCING MODEL (C-CAPM): UM ESTUDO TEÓRICO

João Francisco Morozini, Carlos Eduardo Cardoso, Endrei Giffoni Ferreira

Resumo


O surgimento do Consumpition Capital Asset Pricin Model (C-CAPM) se deu da proposição dos trabalhos iniciais de Merton (1973) e de Breeden (1979) que tinham como objetivo universalizar o modelo Capital Asset Pricin Model (CAPM) desenvolvido por Sharpe (1964) e Lintner (1965) na contextualização intertemporal. O objetivo deste artigo foi fornecer um embasamento teórico para estudar a precificação dos ativos por meio do C-CAPM. Para o desenvolvimento da teoria, em vez de considerarmos um modelo de generalidade completa é necessário inicialmente estabelecer alguma limitação. Para o desenvolvimento do modelo considera-se que todos os consumidores são idênticos em comportamento e têm vida infinita. Este consumidor será definido como o agente representativo que definirá como os ativos serão precificados. A metodologia adotada foi um estudo teórico sobre a dinâmica do modelo, buscando como resultado aproximar a teoria da realidade, tratando-se de um modelo dinâmico de precificação de ativos. Concluiu-se que utilizando o estabelecimento de um agente representativo, o C-CAPM não consegue explicar empiricamente os dados históricos de retorno de ativos de risco, de ativos livres de risco e por fim do prêmio de risco.

Palavras-chave


CAPM; C-CAPM; Precificação de ativos; Finanças.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.4270/ruc.20095

Locations of visitors to this page

................................................................................................................................................................................................................................................................

Revista Universo Contábil - ISSN 1809-3337
Rua Antonio da Veiga, 140, Sala D-202
CEP 89012-900, Blumenau, SC, Brasil
Tel.: +554733210938 Fax: +554733228818
e-mail: universocontabil@furb.br