MINIMIZANDO A VARIABILIDADE DOS RESULTADOS CONTÁBEIS: ESTUDO EMPÍRICO DO INCOME SMOOTHING NO BRASIL

Antonio Lopo Martinez

Resumo


Este artigo investiga se as companhias abertas brasileiras gerenciam os seus resultados com o propósito de reduzir a sua variabilidade. O período investigado foi de 1995 a 1999 e os dados foram coletados do sistema Economática. Empiricamente, controlaram-se os efeitos de algumas contas específicas, apurando os impactos delas sobre a variabilidade dos resultados: despesas de depreciação, provisão para devedores duvidosos e resultados não operacionais são exemplos de elementos monitorados. O estudo apontou que, no momento de decidir pelo montante de despesas a serem reconhecidas, a preocupação com a redução da variabilidade dos resultados é um fator condicionante. Em face dessas observações, cuidados devem ser tomados quando se analisam os métodos de alocação de custos adotados, pois eles podem estar sendo estrategicamente definidos para influenciar o resultado contábil.

Palavras-chave: Gerenciamento. Resultados contábeis. Companhias abertas brasileiras.

Palavras-chave


Gerenciamento; Resultados contábeis; Companhias abertas brasileiras.

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page

................................................................................................................................................................................................................................................................

Revista Universo Contábil - ISSN 1809-3337
Rua Antonio da Veiga, 140, Sala D-202
CEP 89012-900, Blumenau, SC, Brasil
Tel.: +554733210938 Fax: +554733228818
e-mail: universocontabil@furb.br