A MISÉRIA DO MUNDO E AS FACES DA EXCLUSÃO SOCIAL E ESCOLAR

Gilson Ricardo Medeiros Pereira, Maria da Conceição Lima de Andrade

Resumo


Em A Miséria do Mundo, obra publicada sob a direção do sociólogo francês Pierre Bourdieu, são analisadas as relações entre exclusão escolar e exclusão social. As modificações morfológicas do sistema de ensino, em todo o mundo, acarretaram a substituição da eliminação brutal pela eliminação branda, diluída no tempo e adiada para níveis superiores de escolaridade. Esta modalidade de exclusão, chamada no livro mencionado de “exclusão do interior”, é vivida pelos agentes que a sofrem como “traição”, “desencanto”, perda das esperanças mais caras suscitadas pelas promessas de escolarização para todos. A universalização e democratização do ensino parecem chocar-se com os geralmente imperceptíveis mecanismos sociais responsáveis pela exclusão, numa sociedade cuja promessa é dar tudo a todos, mas sob a forma dissimulada do símile.

Palavras-chave: eliminação branda, seleção social, democratização do ensino.

Palavras-chave


eliminação branda, seleção social, democratização do ensino.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7867/1809-0354.2008v3n1p89-101